alegre_choro

Lei Rouanet terá teto orçamentário e fiscalização on-line em tempo real

Fiscalização em tempo real, teto orçamentário para projetos, movimentação financeira por cartão e benefícios maiores para produtores que realizem projetos em regiões menos favorecidas do país. Essas são mudanças implementadas pela nova instrução normativa da Lei Rouanet, a ser anunciada pelo ministro da Cultura, Roberto Freire, nesta terça-feira (21 de março de 2017). O mecanismo de fomento à cultura via isenção fiscal, o maior e mais polêmico do país, voltou aos holofotes em 2016 após operação da Polícia Federal. Apura-se o suposto desvio de R$ 180 milhões. Há uma CPI sobre o tema em andamento na Câmara. A análise das prestações de contas é um dos principais gargalos da pasta. Em julho do ano passado, mais de 8.000 projetos aprovados de 1992 a 2011 estavam pendentes. “Houve um atraso muito grande. E sem a análise, há pouca visão do que acontece, pouco questionamento de quem está pegando mais [recursos], de […]

Programação de Arte de Rua é realizada com incentivo da Faculdade Integrado

Na sexta-feira, 21, o projeto Mostra Ruart – Rota Urbana de Artes de Rua, foi realizado na praça da Catedral São José, em Campo Mourão. O projeto é realizado por meio da Lei Rouanet com a Casa do Verbo e tem incentivo da Faculdade Integrado de Campo Mourão. O Ruart envolve teatro, música, circo, dança, estátua viva, grafite, literatura, performances e intervenções artísticas. Um dos objetivos é democratizar o acesso à cultura, para que a população que não tem o costume de frequentar ou presenciar atividades artísticas culturais o faça, além de valorizar a arte e os artistas de rua. O projeto tem apoio do Ministério da Cultura. Na Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam), a programação teve início no dia 19, em Goioerê, e também foi realizada em Mamborê no dia 20. Fonte: Integrado

cartaz_na_rua...

Na rua, esses caras são de matar!

Release Barba Veloz, Bafo de Cana e Lara Celulari vivem aprontando no trânsito. Tentam de todas as formas convencer Jovenildo a também praticar atos proibidos no trânsito. Felizmente os péssimos motoristas citados são acompanhados de perto por Ângela que um competente guarda de trânsito. Ângela busca de todas as formas e incansavelmente livrar Jovenildo das garras dos infratores e dos perigos que estes representam para a vida do jovem. Texto e direção: Francisco Pinheiro Elenco: Arlete Delesporte/ Geovane Rodrigues/ Francisco Hernandes/ Francisco Pinheiro/ Vanuza Eloiza Baixe o portfólio

cartaz_eu_tu_ele

Eu, tu, ele… onde está o nó(s)?

As relações interpessoais são os grandes desafios nas pequenas, médias e grandes instituições. O convívio diário entre as pessoas num ambiente de trabalho pode suscitar as mais diversas situações que geram inúmeros conflitos. Soma-se a isso o agravante de quando este mesmo pessoal é posto diante de terceiros como: fornecedores, clientes e participantes de suas vidas pessoais. “Eu, tu, ele… Onde fica o nó(s)?” é um espetáculo teatral que levanta, de forma bem humorada, situações variadas de comportamento dentro das instituições. Situações que vão desde forma de atendimento, passando pelos processos burocráticos, assédios, questões de segurança, chegando até a preparação de uma equipe realmente pronta para desempenhar suas funções de forma satisfatória. Zelaide, Sérgio, Gentil, Dirce e Alguém são as personagem desta trama e que são maravilhosamente interpretados pelos atores Arlete Delesporte, May Oliveira, Márcio Machado, Vinícius Romano e Francisco Pinheiro. Pinheiro também assina o texto e direção do espetáculo.

No reino da Impostolândia

            Impostolândia é um país fictício governado por um rei déspota e corrupto que para resolver qualquer problema em seu reino lança mão da cobrança de novos tributos.             Este rei tem como conselheiro um mago inescrupuloso quecada vez mais dá conselhos contra o povo. O grande sonho do Mago é derrubar o Rei para assumir o trono. O citado soberano tem uma filha muito feia que é rejeitada por todos os príncipes e nobres, entretanto a mesma é cortejada pelo Zé Povo, um humilde bobo da corte que sofre todas as consequências dos disparates do vil rei. Uma das poucas vozes de equilíbrio nesse país é a da Primeira Ministra que, mesmo sendo muito próxima ao Rei, não é levada a sério pelo governo da Impostolândia. O ponto alto do espetáculo é a cena da “Câmara de Representantes dosSúditos”. […]

cartaz_ponte_latina_final

Diego Salvetti – Ponte Latina

  Projeto de concepção e circulação do espetáculo de música instrumental denominado “Ponte Latina – Unindo Flamenco e Samba”. O repertório será composto de músicas autorais do violonista Diego Salvetti – músico de nacionalidade italiana que mora no Brasil e é especialista no estilo flamenco e pesquisador da MPB, em especial o samba. O espetáculo é fruto de uma intensa pesquisa musical visando a junção de estilos latinos europeus que influenciam e são influenciado pelos ritmos da América Latina. Este projeto contará também com a participação dos músicos brasileiros Rhuan Rodrigues (percussão), Saulo Giovane (baixo acústico) e Laudinei Napedri (piano elétrico).